quinta-feira, 5 de março de 2015

Senhor de 69 anos perde uma das mãos após golpes de facão.

Senhor de 69 anos perde uma das mãos após golpes de facão.


Um senhor de 69 anos, identificado como Antônio, foi ferido a golpes de facão na tarde deste domingo (01), no bairro Santo Antônio da Cidade de Alto Parnaíba MA. Segundo informações, o crime, que ocorreu na residência do acusado, teria sido motivado por um desentendimento entre vitima e acusado, no entanto a vitima afirma que não havia motivo para receber tal facãozada.

Ao blog, Antônio disse que foi cercado pelo agressor e que este em posse de um facão desferiu sobre a sua cabeça e para livrar de tal golpe, tentou desviar com a mão, momento que terminou recebendo tamanho corte no antebraço e perdendo a sua mão esquerda.  

O senhor foi socorrido e encaminhado para a cidade de Balsas, onde foi feito a cirurgia. Já de volta a esta cidade, seu Antônio, encontrava nesta manhã na delegacia de polícia para descrever os fatos. 

O acusado por nome de Giliard Soares Rodrigues, 31 anos, natural de Redenção do Gurgueia PI, encontra-se preso e afirma que apenas se defendeu de uma agressão.
 Agora Polícia Civil em posse dos depoimentos de vitima e acusado e de possíveis testemunhas, irá conduzir o inquérito policial para que a justiça julgue o caso.

quarta-feira, 4 de março de 2015

BASA RESPONDE AO BLOG - Nota de Esclarecimento



A respeito da Matéria publicada por este Blog com o titulo “BASA CAUSA TRANSTORNOS PARA POPULAÇÃO DE ALTO PARNAÍBA”, recebemos na data de hoje (04),  e mail da Gerente da Agencia local, Lidiane Pádua dos Santos, com Nota de Esclarecimentos  da Superintendência Regional do Banco da Amazônia no Maranhão, leia na integra:    


Nota de esclarecimento
04/03/2015
Conteúdo da Página
        A respeito de matéria publicada no Blog Smith Rosa, no dia 02 de Março de 2015, o Banco da Amazônia S/a, através da Superintendência Regional do Estado de Maranhão, esclarece que os fatos narrados na matéria cujo titulo foi “BASA CAUSA TRANSTORNOS PARA A POPULAÇÃO DE ALTO PARNAÍBA – MA”, foram causados pelas constantes oscilações de energia na rede elétrica do Município e que as providencias necessárias para a recuperação do gerador de energia sinistrado já está sendo providenciado pela gestora da unidade.

       O Banco da Amazônia considera por fim, que os fatos ocorridos no dia 02/03 não comprometem sua atuação na região, tão pouco sua prestação de serviços aos funcionários da prefeitura, ressaltando o esforço feito pelos funcionários da unidade no sentido de minimizar os transtornos, além de cumprir a missão de promover o desenvolvimento sustentável da região por meio da execução de políticas públicas e da oferta de produtos e serviços financeiros.

São Luis - MA, 04 de Março de 2015.
Banco da Amazônia S/a
Superintendência Regional do Maranhão

terça-feira, 3 de março de 2015

Ministério Público apura citações de gaúcha em rede social contra MA.



Ministério Público apura citações de gaúcha em rede social contra MA.

O Ministério Público do Maranhão por meio dos promotores de justiça Joaquim Ribeiro Junior, Alessandro Brandão e Ossian Bezerra, da Comarca de Imperatriz, instaurou Procedimento de Investigação Criminal para apurar as declarações da gaúcha Isabela Cardoso, de 24 anos, contra o Maranhão, os maranhenses e também a cultura do estado.

Neste domingo, 1, Isabela citou em uma rede social palavras ofensivas que acabaram denegrindo toda a história do estado nordestino. Em um dos trechos do texto, a gaúcha declara “Finalmente em casa, depois de 1 ano e 7 meses na Suzano de Imperatriz eu e meu esposo retornamos a nossa cidade. Estado pobre, kkkkkkkkkk. A cultura maranhense é horrível. O carnaval é um lixo. Tal de bumba meu boi, tambor de crioula. A maioria das Mulheres são piriguetes e os Homens malandros. Mais da metade das pessoas são semi-analfabetas”, repudia a gaúcha.

De acordo com o promotor Joaquim Ribeiro Junior, as citações de Isabela Cardoso caracterizam uma atitude claramente discriminatória, o que segundo a Constituição Federal caracteriza uma conduta racista e criminal. Ele acrescenta ainda que é a diversidade que torna um povo especial.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Basa causa transtorno para população de Alto Parnaíba - MA




Basa causa transtorno para população de Alto Parnaíba - MA

Pelo menos nos últimos três meses, os funcionários públicos municipais de Alto Parnaíba vêm enfrentando problemas para sacar seus vencimentos junto ao Banco da Amazônia. Estes têm feito uma série de reclamações sobre a falta de dinheiro nos caixas de auto-atendimento, especialmente nos finais de semana.

Conseguir sacar dinheiro nos caixas eletrônicos daquela agência não está sendo uma tarefa fácil, para os correntistas, aposentados e servidores públicos municipais. Para piorar a situação dos pobres funcionários, hoje (02), faltou energia na cidade e o banco que disponibiliza de um grupo gerador próprio, não funcionou o que veio complicar ainda mais a situação.
 
Segundo Carlos Biah presidente do sindicato dos servidores públicos municipais (SINSEPAP), mesmo a prefeitura tendo enviado para o banco os pagamentos ainda na quinta-feira (26) para ser creditado na sexta-feira a noite, poucos conseguiram fazer saques e pagar suas contas. 

O líder sindical vê a situação como um verdadeiro descaso, “o banco tem por obrigação prestar serviços de qualidade, fazendo suas programações e abastecendo os terminais para a comodidade destes que já tem data certa para quitar suas dividas”. Ainda segundo Biah, na maioria das vezes em que precisou fazer um saque, por exemplo, encontrou os únicos três (03) caixas eletrônicos da agência local, 'em manutenção'.

Na manhã de hoje (02), uma professora que tentava fazer um saque, teve que correr atrás de um amigo comerciante para combinar uma transferência e pegar o valor, caso contrário deixaria de ter seus débitos quitados.

Com os últimos acontecimentos naquela agência bancaria que é de conhecimento de todos da cidade, esta corre o risco do episódio se agravar ainda mais, isso porque o governo municipal no inicio de sua gestão sinalizou que poderia trabalhar com outro banco, abdicando de vez o Basa, que segundo ele deixava muito a desejar.

O blog se coloca à disposição para eventuais esclarecimentos da agência do Banco da Amazônia.